quinta-feira, 25 de junho de 2009

Leitura, forró e uma nova postura.

Oi gente,

Ando tão sem tempo a toa na internet para atualizar o blog e tenho dedicado muito do meu tempo à leitura, coisa que nunca fiz e aprendi a gostar.

Terminei de ler o livro que tinha comentado aqui e resolvi comentar sobre. O livro da dicas de autoestima, dicas para se ter uma vida feliz e ser inteligente a ponto de reconhecer "pessoas-problema" e se livrar delas, dicas de viver bem com você, de se gostar mais, essas coisas... É bacana porque é fácil de ler, a linguagem é divertida e eu, por exemplo, me vi em várias situações que o livro relata.

É uma boa dica de leitura, pra quem curte autoajuda bem humorada. Eu gostei.

Agora estou lendo [terminando] Homens que não conseguem amar, dos mesmos autores, esse é excelente e toda mulher deveria ler, em breve terá um post especial sobre ele, afinal, acabei de pessar exatamente pela situação que o livro aborda e posso falar com propriedade sobre o tema.

Ontem foi dia de São João e fui comemorar no forró, rs. Sai de lá muito morta, acho que nunca dancei tanto na minha vida, rs. Normalmente, no forró tem muita mulher e é um saco para dançar porque acabamos sendo "escolhidas", mas ontem, inacreditavelmente a maioria eram homens. E eles dançavam bem, o que também não é sempre que acontece.

Hoje vou dançar também. Passar a noite dançando me faz esquecer coisas chatas e rever alguns conceitos que "perco" quando estou envolvida emocionalmente com alguma pessoa "errada" ou não. Outra dica, pra quem tem o mínimo de ritmo, aprenda a dançar qualquer coisa, pois dançar faz bem à saúde e faz você conhecer pessoas legais, rs.

Não estou acompanhando notícias, mas acabei de ver no G1 que Michael Jackson tá no "morre não morre", mas a Globo já afirmou que ele morreu, vi também que o Brasil ganhou de 1x0 contra a África do Sul no fim do segundo tempo. Tanto uma notícia quanto outra me importam pouco - ou quase nada - , uma vez que não me atinguem nem direta e nem indiretamente. A "dica" aqui é desprender-se de sua energia somente para o que te atingir, rs.

Acho que meu coração de manteiga derretida resolveu se endurecer com esse frio e a racionalidade somado a praticidade de "ser egoísta" e pensar em mim estão fazendo mais parte da minha vida. Não gosto de atitudes radicais, mas por enquanto, estou favorável a elas, mas sei que não é da minha personalidade ser assim, logo, voltarei a ser a Mari boazinha, mas como uma postura um pouco diferente. Afinal, crescer é preciso e adultos não são tão sensíveis [infelizmente].

É isso.

Beijomeliga!

3 comentários:

- Felipe Linhares - disse...

Ah, meu coração sempre foi de pedra pra essas coisas. Quero ver até quando...

SILAS disse...

Mari me surpreende a cada post, pela sinceridade e pela forma facil de se espressa e pelos assuntos, me identifiquei demais com esse post muito bom mesmo.....

Coloca o nome do livro, ou me manda por orkut que você terminou de ler, me interresei demais...

Parabens pelo post adorei... bjus

SILAS

Rô Scola disse...

Huahuah esse Silas é terrível. Vira amiga dele logo Marielza, eu indico, esse é amigaço!
Já te disse que estou orgulhosa hoje?! rs.. só não te mete em encrenca amiga
S2